Sem cobrança de ingressos, o “Carnaval do Povo”, na Intendente, recebe cerca de 200 mil foliões

Publicado em 25/02/2020 - 12:52 | Atualizado em 27/02/2020 - 09:32
Acadêmicos do jardim Bangu abriu os desfiles oficiais na Intendente. Foto: Gabriel Monteiro/ Riotur
O “Carnaval do Povo”, como já é conhecida a festa mais popular do Rio de Janeiro, na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, realizou nesta terça-feira (25/02) o segundo e último dia de desfiles do Grupo Especial. Os desfiles se estenderam até o meio da manhã desta Quarta-Feira de Cinzas, num clima de alegria e tranquilidade. Até o Sábado das Campeãs, a Intendente terá sido palco de cerca de 50 desfiles, entre escolas de samba e blocos de enredo. A estimativa da Riotur é que mais de 200 mil pessoas assistam às apresentações no local. Por ser aberto ao público, o “Carnaval do Povo” recebeu repasse da Prefeitura do Rio no valor de R$ 3 milhões.
A garra de um passista encanta o público da Intendente Magalhães na noite desta terça-feira. Foto: Gabriel Monteiro/ Riotur
Vinculadas à Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil (LIESB) – que organiza as apresentações dos grupos Especial, Acesso e Avaliação na Intendente Magalhães -, as agremiações Acadêmicos do Jardim Bangu, União do Parque Acari, União de Maricá, União do Parque Curicica, Em Cima da Hora, Acadêmicos do Engenho da Rainha, Lins Imperial e Império da Uva se apresentam, a partir das 19h. Na segunda-feira, 12 outras agremiações passaram por lá, na disputa também por duas vagas para a Série A, grupo que desfila na Marquês de Sapucaí.
Unidos do Parque Acari é outra agremiação que desfila na noite desta terça-feira, na Intendente Magalhães. Foto: Nelson Perez/ Riotur
Embora tenha uma estrutura menor que os desfiles do Sambódromo, as fantasias e a garra dos foliões e profissionais do Carnaval alcançam o mesmo nível da Passarela do Samba. No último sábado, mesmo com chuva, pelo menos 15 mil pessoas se reuniram para assistir aos desfiles dos Blocos de Enredo dos Grupos B e C. Nesta segunda-feira, cerca de 35 mil pessoas vibraram com os desfiles das escolas, número igual ao registrado na véspera.
Em 2018, parte da verba captada junto à iniciativa privada foi destinada à melhoria da estrutura dos desfiles no local com investimentos como iluminação e sonorização, gradeamento alto na área de concentração, ampliação do espaço destinado às baterias, reposicionamento das cabines dos jurados, aumento do número de carros de reboque e poda das árvores da região.