Segurança dos megablocos que desfilam no Centro será reforçada com grades nos pontos de bloqueio

Publicado em 31/01/2020 - 18:50 | Atualizado em 03/02/2020 - 17:31
Bola Preta desfila no Centro do RioBola Preta desfila no Centro do Rio. Foto: Fernando Maia | Riotur / Prefeitura do Rio

A segurança dos sete megablocos que desfilarão no Centro do Rio neste carnaval será reforçada com a instalação de grades nas vias de acesso aos cortejos. Novidade na folia carioca, a iniciativa que já é aplicada com sucesso em trios elétricos de Salvador terá custo zero para a Prefeitura. Os equipamentos, que serão bancados pelos produtores dos blocos, ficarão em 23 pontos de bloqueios, onde antes permaneciam apenas policiais militares. A medida tem como objetivos aumentar a barreira e impedir, por exemplo, a entrada de ambulantes não cadastrados e a circulação de garrafas de vidro e de outros produtos proibidos no meio da multidão.

– Os produtores dos megablocos vão trabalhar em parceria com os órgãos da prefeitura para que cariocas e turistas tenham um carnaval de excelência, com ordem, disciplina e muita alegria – disse o secretário municipal de Eventos, Felipe Michel, que levou a proposta das grades para os organizadores dos desfiles e teve seu pedido atendido.

Recentemente, durante uma das reuniões que estão acontecendo no Centro de Operações Rio (COR) para a organização da festa carioca, a Polícia Militar sugeriu à Prefeitura a criação dessas barreiras. Em vez de usar recursos do município, o secretário decidiu procurar os produtores, que toparam a ideia. As grades serão instaladas nos desfiles dos seguintes blocos: Bola Preta, Monobloco, Anitta, Ludmilla, Claudia Leitte, Chora Me Liga e da Preta.