Quarenta e cinco novos engenheiros civis tomam posse e vão trabalhar em obras públicas

Publicado em 20/12/2019 - 12:38 | Atualizado em 20/12/2019 - 13:34
Louise Nideck Sanglard, de 31 anos, que também foi contratada: "Início da realização de um sonho"/ Foto: Marcos de Paula

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, deu posse nesta sexta-feira, 20 de dezembro, a 45 novos engenheiros civis, aprovados no último concurso da Prefeitura. Eles vão trabalhar em obras públicas do município e serão lotados em órgãos ligados à Secretaria de infraestrutura, Habitação e Conservação. A cerimônia ocorreu no Palácio da Cidade, em Botafogo, e foi prestigiada por parentes e amigos dos contratados.

– Quero parabenizar os engenheiros que hoje ingressam na Prefeitura. O serviço público requer garra. Vocês vão enfrentar problemas. Nós temos, por exemplo, 11 mil quilômetros de ruas e avenidas. Nós temos 375 mil pares de bueiros e um milhão de árvores urbanas. Não é fácil, é uma luta tremenda. Tenho certeza que em cada obra, em cada projeto e contrato, vocês vão aprender muito. Sejam bem-vindos – afirmou Crivella.

 

Novos engenheiros posam em frente ao Palácio da Cidade, em Botafogo, onde tomaram posse. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

 

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Habitação e Conservação, Sebastião Bruno, os novos servidores vão ser distribuídos em órgãos como a Geo-Rio, Rio-Águas, Rio-Urbe e Coordenadoria de Obras e de Projetos.

– Estávamos com carência de profissionais nestas áreas. Agora vamos suprir as vagas com esses engenheiros, com a certeza de que os recém-contratados darão mais qualidade às obras do município – comentou Sebastião, cumprimentando os engenheiros. – Vibrem sempre com o trabalho em prol, especialmente, dos mais pobres, dos mais carentes. Vibrem, desde uma simples limpeza de ralo ou a finalização de uma grande obra.

 

O engenheiro Leandro Pereira Pacheco Rodrigues, 30, ganha beijo de cumprimento da namorada, Camila Gripp, 27: “Esperei muito por esse momento” . Foto: Marcos de Paula/ Prefeitura do Rio

 

Início da realização de um sonho

As vagas surgiram, ainda segundo o secretário, por conta de aposentadorias, mortes e afastamentos por doenças. Os novos engenheiros serão distribuídos de acordo com suas habilidades e especialidades.

Para Leandro Rodrigues, de 30 anos, um dos que tomaram posse, “esta é uma oportunidade ímpar” na sua vida profissional.

– Eu me formei na UFF e, há três anos, quando estava no último ano, fiz o concurso, já na expectativa de conseguir essa vaga – comentou o engenheiro.

– Estamos muito felizes. Ele lutou muito para chegar até aqui – disse a namorada de Leandro, Camila Gripp, de 27 anos.

Já Louise Nideck Sanglard, de 31 anos, que também foi contratada, comemorou o início da realização de um sonho.

– Sempre sonhei em trabalhar no serviço público, para contribuir com minha cidade e com melhor qualidade de vida dos cidadãos que nela habitam. É o marco de uma carreira pública, que, espero, seja brilhante.