Prefeitura entrega Sambódromo da Marquês de Sapucaí reformado

Publicado em 21/02/2020 - 13:00 | Atualizado
Sambódromo está pronto para receber o desfile das escolas de samba Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do RioSambódromo está pronto para receber o desfile das escolas de samba Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e o presidente da Riotur, Marcelo Alves, anunciaram a conclusão das obras e entregaram em definitivo o Sambódromo da Marquês de Sapucaí, nesta sexta-feira (21/02). Após três meses de trabalho envolvendo cerca de 200 funcionários de três empresas públicas da Prefeitura do Rio – Riotur, Rioluz e RioUrbe -, está tudo pronto para os desfiles das escolas de samba, que receberão cerca de 90 mil pessoas por dia.

Autorização dos bombeiros

Vale lembrar que na última quarta (19/02), o Corpo de Bombeiros realizou a última vistoria e concedeu a autorização para a Passarela do Samba.

– Este é um momento muito importante. Sexta-feira de carnaval, e o Sambódromo está como nunca esteve, preparado para esta grande festa. Não é a palavra do prefeito, é a palavra dos bombeiros, que não só falaram, mas assinaram embaixo, dando seu certificado e os parabéns a todos que trabalharam aqui – disse o prefeito, que também elogiou o capricho no acabamento das obras. – Parece que o sambódromo foi a uma manicure. E foi cuidado nos detalhes. Quero agradecer à incansável equipe da prefeitura.

36 mil metros quadrados de arquibancadas reparadas

Foram 36 mil metros quadrados de arquibancadas pintadas e reparadas, 500 refletores novos, 89 painéis elétricos trocados e 1500 novos degraus instalados nas arquibancadas, sem contar a colocação de toda a sinalização de incêndio e pânico, tudo para promover o conforto e a segurança dos espectadores.

Obra de R$ 8,1 milhões

Esta é a maior intervenção já realizada no Sambódromo. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
Esta é a maior intervenção já realizada no Sambódromo. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio

A obra grandiosa para melhoria da infraestrutura, iluminação e segurança foi orçada em R$ 8,1 milhões e teve o investimento do Ministério do Turismo. Todo o processo aconteceu dentro do cronograma estabelecido pelo Ministério Público e homologado no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, tendo todas as exigências devidamente cumpridas.

– O Sambódromo está com cheiro de tinta fresca. Foi feito aqui o que nunca foi realizado em todas as áreas estruturais, elétricas, na questão de segurança, incêndio. Tanto é que a Justiça liberou, os bombeiros aprovaram. Cumprimos em pouco tempo. Foram quase dois meses de muito empenho. Um trabalho incansável de 24 horas para que a gente pudesse entregar a tempo e entregamos – falou o presidente da Riotur, Marcelo Alves.

Muitas atrações nos dias de folia

A programação do Carnaval conta com 441 cortejos de blocos; seis dias de desfile de escolas de samba na Marquês de Sapucaí; cinco dias de desfiles de escolas de samba e blocos de enredo na Estrada Intendente Magalhães; 76 bailes populares, incluindo o tradicional Baile da Cinelândia; oito dias de show no Terreirão do Samba, além dos concursos oficiais, como o do folião original e o de banda, blocos de embalo e enredo na Avenida Chile.