Parque Olímpico da Barra e Complexo de Deodoro reabrem, após cair liminar que impedia funcionamento

Publicado em 28/01/2020 - 12:13 | Atualizado em 28/01/2020 - 13:01
Parque Olímpico da Barra da Tijuca. Foto: divulgação - Subsecretaria municipal do Legado OlímpicoParque Olímpico da Barra da Tijuca. Foto: divulgação - Subsecretaria municipal do Legado Olímpico

O Parque Olímpico da Barra e o Complexo Esportivo de Deodoro reabriram nesta terça-feira (28/01), graças à atuação bem-sucedida da Procuradoria Geral do Município (PGM) do Rio de Janeiro, que suspendeu, na Justiça, liminar determinando a interdição dos espaços.

 

Ciclista passeia no Parque Olímpico da Barra, nesta terça. Foto? Roberta Pinto / Prefeitura do Rio
Ciclista passeia no Parque Olímpico da Barra, hoje. Foto: Roberta Pinto / Prefeitura do Rio

 

Em sua decisão, o desembargador Sergio Schwaitzer, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), destacou “o perigo de dano grave de difícil ou impossível reparação ao Município do Rio de Janeiro” imposto pela liminar. Ele endossou argumento do Município quanto à vigência do Documento de Autorização Temporária de Funcionamento (DATF), emitido pelo Corpo de Bombeiros para cada uma das instalações tanto do Parque quanto do Complexo, e destacou a “notória utilização rotineira de algumas das instalações situadas no Complexo de Deodoro pelo Exército Brasileiro”.

 

No Parque Olímpico de Deodoro, população aproveita o verão de 2019. Foto: arquivo / fevereiro de 2019 - Michel Filho / Prefeitura do Rio
No Parque Olímpico de Deodoro, população aproveita o verão de 2019. Foto: arquivo / fevereiro de 2019 – Michel Filho / Prefeitura do Rio