Operação identifica irregularidades em pontos comerciais do Mercado do Produtor, na Barra da Tijuca

Publicado em 25/11/2019 - 18:08 | Atualizado
Agentes da Prefeitura em ação durante fiscalização no Mercado do Produtor, na Barra. Foto: divulgação / SeopAgentes da Prefeitura em ação durante fiscalização no Mercado do Produtor, na Barra. Foto: divulgação / Seop

Equipes de diversos órgãos da Prefeitura do Rio de Janeiro realizaram nesta segunda-feira, 25 de novembro, uma operação conjunta em pontos comerciais do Mercado do Produtor, na Barra da Tijuca, Zona Oeste. Ambientes insalubres, ligações clandestinas de energia elétrica, falta de gerenciamento de resíduos e a presença de animais, inclusive um gato morto, foram algumas das muitas irregularidades identificadas na ação. Os agentes municipais aplicaram  multas pelas infrações e fizeram a interdição total de um dos estabelecimentos.

Fiscalização encontrou no Mercado do Produtor ambientes com aspecto ruim. Foto: divulgação / Seop
Fiscalização encontrou no Mercado do Produtor ambientes com aspecto ruim. Foto: divulgação / Seop

Diversos materiais apreendidos  

Coordenada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), a operação foi feita por equipes da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, da Coordenadoria de Controle Urbano da Secretaria Municipal de Fazenda e da Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar. Na ação foram constatados sinais de abandono, com a maioria dos espaços sem uso. Diante de tantas irregularidades, os agentes voltarão em breve ao local.

Dos estabelecimentos em funcionamento, três foram inspecionados pela Vigilância Sanitária, que interditou um deles por falta de higiene e autuou outro, por ausência de licença sanitária. Já a Coordenadoria de Controle Urbano apreendeu 13 sacos de carvão de 20 quilos e uma carrocinha de lanche.

Relógio de luz encontrado pela fiscalização da Prefeitura no Mercado do Produtor, na Barra. Foto: divulgação / Seop
Relógio de luz encontrado pela fiscalização da Prefeitura no Mercado do Produtor, na Barra. Foto: divulgação / Seop