Obras de contenção de encostas na Avenida Niemeyer estão em fase de conclusão

Publicado em 03/12/2019 - 12:08 | Atualizado em 03/12/2019 - 13:46
Obras de contenção de encostas da Avenida Niemeyer estão quase prontas - Hudson Pontes/Prefeitura do Rio

O secretário municipal de Infraestrutura, Habitação e Conservação, Sebastião Bruno, vistoriou na manhã desta terça-feira, dia 3 de dezembro, as obras de contenção de encostas na Avenida Niemeyer, em São Conrado. De acordo com ele, a maioria das 54 intervenções (95%) realizadas na região, em consequência dos temporais de fevereiro e abril deste ano, estão em fase de conclusão. Ao todo, a Prefeitura já investiu R$ 31 milhões nas encostas da via, que permanece fechada por determinação judicial.

 

Ainda segundo Sebastião Bruno, as obras, que chegaram a empregar 300 funcionários terceirizados nos últimos seis meses, foram realizadas em tempo recorde, para minimizar os impactos aos moradores e aos motoristas que utilizam a avenida diariamente. Atualmente, os serviços executados são de limpeza e desmontagens dos canteiros de obras.

 

– Não foi fácil enfrentar os rastros de destruição do segundo maior acidente geológico já registrado pela Geo-Rio. Mas conseguimos fazer o melhor possível – assegurou Sebastião Bruno, que estava acompanhado de técnicos da Geo-Rio.

 

A Prefeitura já investiu R$ 31 milhões nas obras da Niemeyer – Hudson Pontes/Prefeitura do Rio

 

Até  o escorregamento de terra que afetou uma área particular (parte do muro do Motel Vip´s) e não tem relação com as obras de contenção do governo municipal, foi reparado em poucos dias, com a intenção de liberar a Niemeyer o mais rapidamente possível.

 

Em relação às obras de contenção, a Geo-Rio permanece com equipes realizando intervenções na Avenida Niemeyer, tomando todas as medidas possíveis de mitigação de riscos. As ações são para prevenir e eliminar os riscos geológicos na região.

 

Estão sendo realizadas, entre outras intervenções, colocação de drenos profundos, restabelecimento do sistema de drenagem, eliminação de contribuição de esgoto e instalação de cortinas atirantadas. A Subsecretaria de Habitação está demolindo as moradias em áreas de risco. Já foram 17  de um total de 30 demolições. Todos os moradores já estão recebendo o Auxílio Habitacional Temporário (AHT).

 

Durante as obras, a proposta da Prefeitura sempre foi a de abrir a avenida em tempo seco, até o término das ações. Após a conclusão, será adotado um protocolo específico para a via.

 

As ações são para prevenir e eliminar os riscos geológicos na região – Hudson Pontes/Prefeitura do Rio