CET-Rio altera fechamento de túneis para manutenções de rotina

Publicado em 17/03/2020 - 17:41 | Atualizado em 17/03/2020 - 20:32

A partir desta terça-feira(17), a CET-Rio vai adotar algumas medidas para a redução do contágio pelo coronavírus.  De acordo com a companhia, estão cancelados os fechamentos dos túneis da cidade para serviços de manutenções rotineiras, mas ações emergenciais ou necessárias serão realizadas. O atendimento presencial também foi suspenso e as solicitações deverão ser encaminhadas pela Central 1746.

Confira abaixo a relação de túneis que tiveram o serviço alterado :

Segunda-feira:

Período entre 23h50 e 05h

  • Túnel Santa Bárbara, sentido Zona Sul
  • Túneis Rafael Mascarenhas, sentido Zona Sul
  • Túnel Zuzu Angel, sentido Zona Sul

Terça-feira

Período entre 23h50 e 05h

  • Túnel Rebouças, sentido Centro

Período entre 23h e 04h30

  • Túnel Eng. Paulo Cézar Marcelino,sentido Barra
  • Túnel Eng Luiz Jacques de Moraes, sentido Barra

Período entre 23h e 04h

  • Túnel Vice-Presidente José de Alencar, sentido Guaratiba: das 23h às 04h

Quarta-feira

Período entre 23h50 e 05h

  • Túnel Santa Bárbara, sentido Zona Sul
  • Túneis Rafael Mascarenhas, sentido Zona Sul
  • Túnel Zuzu Angel, sentido Zona Sul

Quinta-feira

Período entre 23h50 e 05h

  • Túnel Rebouças, sentido Lagoa

Período entre 23h e 04h30

  • Túnel do Joá, sentido Zona Sul
  • Túnel de São Conrado, sentido Zona Sul

Período entre 23h e 04h

  • Túnel Vice-Presidente José de Alencar, sentido Recreio: das 23h às 04h

Todos os dias*

Período entre 23h e 04h30

  • Túnel de São Conrado
  • Elevado das Bandeiras (pista superior)
  • Túnel do Joá e Ponte das Joatinga, sentido Barra
*Exceto às terças-feiras, quando houver fechamento do Túnel Eng. Paulo Cézar Marcelino, Túnel Eng Luiz Jacques de Moraes, e/ou do Elevado Presidente Itamar Franco; e quintas-feiras, quando houver fechamento do Elevado das Bandeiras (pista inferior).

Novas medidas para conter o avanço do coronavírus são anunciadas

GM apreende 169 frascos de álcool vendidos ilegalmente por ambulantes em Bangu e na Tijuca