Ações do Programa Cuidar da Cidade chegam às ruas de Curicica, na Zona Oeste

Publicado em 09/01/2020 - 10:25 | Atualizado em 09/01/2020 - 10:58
Operação tapa-buracos é uma das ações reivindicadas pelos moradores de Curicica. Foto: Leonardo Cantalice/ Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, deu início nesta quinta-feira, 9 de janeiro, às ações do Cuidar da Cidade em Curicica, na Zona Oeste. O programa de zeladoria fará atendimentos a partir de 153 chamados registrados por moradores à Central 1746, e outros que surgirem nos próximos dias. Nesta 49ª edição do mutirão de órgãos e secretarias municipais, a maioria das demandas está relacionada a poda de árvores, troca de lâmpadas, drenagem e pavimentação. O programa também inclui serviços como combate a vetores, limpeza e mobiliário urbano. As ações serão desencadeadas em cerca de 50 vias localizadas nas imediações da Praça Delfos, mais conhecida como Praça B, entre elas a Hércules, Cresso, Mamboré e Bondade.

– Quero agradecer aos servidores dos órgãos presentes aqui hoje, principalmente ao pessoal da Fundação Parques e Jardins, que vai fazer uma linda obra nessa pracinha. Os funcionários vão deixar tudo limpo e consertado por aqui – afirmou Crivella.

Os moradores exaltaram as melhorias iniciadas nesta quinta-feira. Mauri Bastos Caseiro, de 62 anos, por exemplo, nascido e criado em Curicica e frequentador da Praça Delfos, disse que a troca de lâmpada e podas das árvores vão aumentar a sensação de segurança para ele e vizinhos.

 

Mauri Bastos elogiou a restauração iniciada em equipamentos públicos da Praça Delfos. Foto: Leonardo Cantalice/ Prefeitura do Rio

 

– Muita gente frequenta essa praça à noite. Por isso é fundamental que ela esteja bem cuidada. Uma praça limpa e com boa iluminação, dificulta e até impede qualquer ação de bandidos – comentou.

Meri Lacerda de Oliveira, de 37 anos, por sua vez, disse que também ficou satisfeita com a movimentação de máquinas, caminhões e funcionários da Prefeitura, logo no início da manhã.

 

Meri Lacerda e a filha, Vitória: mais segurança para voltar a frequentar a praça local. Foto: Leonardo Cantalice

 

– Essas ações trazem, inclusive, segurança física para nós, porque não corremos mais o risco de sermos atingidos por galhos que despencavam das árvores, atingindo fiações elétricas – justificou Meri, que leva a filha, Vitória, para tomar sol no carrinho de bebê na praça todas as manhãs.

 

Barreiras para impedir que carros estacionem nas calçadas estão sendo recolocadas. Foto: Leonardo Cantalice/ Prefeitura do Rio

 

Mais sobre o mutirão

Desde que o programa de zeladoria foi criado, em janeiro de 2019, diversas áreas, em dezenas de bairros, já foram beneficiadas com mais de 30 mil ações.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Casa Civil, em conjunto com o Centro de Operações Rio (COR) e a Central 1746, o mutirão de zeladoria estabelece um calendário de ações que mobiliza órgãos municipais como a Subsecretaria de Conservação; as secretarias de Saúde e Educação; Comlurb; Rioluz; Fundação Parques e Jardins; CET-Rio;Vigilância Sanitária e Guarda Municipal.

O programa Cuidar da Cidade já passou pelas seguintes regiões:

ZONA NORTE:
– Tijuca/Praça Afonso Pena
– Tijuca/Praça Saens Peña
– Ilha do Governador/Ribeira /Praia da Bandeira/Freguesia
Ilha do Governador/Pitangueiras
– Rocha Miranda
– Méier
– Vigário Geral
– Pavuna
– Penha
– Catumbi
– Olaria
– Anchieta
– Rio Comprido
ZONA OESTE:
– Bangu
– Padre Miguel
– Santa Cruz – Santa Cruz/ Cesarão
– Campo Grande
– Cidade de Deus
– Inhoaíba
– Campo Grande / Conjunto da Marinha
– Vila Valqueire
– Pechincha
– Paciência
– Anil
– Realengo
– Recreio dos Bandeirantes
– Cosmos
– Taquara
– Vargem Grande
– Curicica
ZONA SUL:
– Leblon
[09:59, 09/01/2020] Luciano Terra: Ta ok