720 crianças e adolescentes serão beneficiados em parceria entre SMASDH e AquaRio

Publicado em 13/02/2020 - 14:55 | Atualizado em 13/02/2020 - 14:57

No total são 1.200 ingressos disponibilizados para os beneficiários da Assistência Social

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos – SMASDH firmou, novamente, uma parceria com o AquaRio e conseguiu 1.200 ingressos para os beneficiários da pasta, que serão distribuídos ao longo deste ano. Cerca de 60% dos ingressos, o equivalente a 720 entradas, contemplará as crianças e adolescentes.

Este já é o segundo ano de parceria entre a SMASDH e o AquaRio, que possui cerca de cinco mil animais, de 350 espécies de todos os oceanos do planeta, sendo o maior aquário da América Latina. As visitas estão sendo organizadas semanalmente, sempre às terças-feiras e por grupos de 45 beneficiários.

Os ingressos serão distribuídos por 93 unidades da SMASDH, sendo 14 Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), 47 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e 32 abrigos da rede pública da Secretaria. Caso as entradas fossem compradas, levando-se em conta o valor cheio do ingresso (R$ 120,00), a Secretaria teria que desembolsar R$ 144 mil para que os usuários pudessem ver a atração.

“Gostei de tudo. Não imaginava que fosse tão grande. Pensei que era apenas um túnel que a gente passava por dentro e pronto. Vi esse túnel em fotos e na TV, mas não sabia que tinha mais coisas pra se ver” – afirma Cauã, de 14 anos, após a visita na última terça-feira.

Segundo ele, o que mais chamou a atenção foram os peixes palhaços por causa do filme “Nemo”. “Vi o filme e me lembrei do peixinho quando vi aqui no aquário menor, nunca tinha visto antes” – disse ele.

Nesta terça-feira estiveram na atração os usuários da Casa Viva Del Castilho, URS Lucinha Araújo e Central de Recepção Taiguara. “Os tubarões foram os que eu mais gostei. São muito grandes e dá pra ver de pertinho, sem susto, porque eles ficam atrás do vidro” – afirmou Larissa, de 13 anos. Ela disse que não tinha ideia de como era um peixe do tamanho de um tubarão. “É muito bonito” – completou ela.

Para Evelin, de 16 anos, a visita foi marcante. “Foi super maneira, super legal e deu pra ver um monte de coisas que nunca pensou em ver de perto” – disse ela. Evelin não fazia ideia do tamanho dos peixes, principalmente os tubarões.

A Secretária da SMASDH, Tia Ju, disse que “experiências como estas são fundamentais para complementar as ações realizadas pela secretaria.”

Os passeios ao AquaRio fazem parte do Projeto Circulando, que, por meio de parecerias, leva os beneficiários da SMASDH para diversas atrações da cidade, como museus, cinemas, teatros, entre outros lugares.